AMOR e NAMORO

FICANTE, NAMORADA OU ESPOSA?

Existe uma grande diferença entre ser ficante, ser namorada ou ser esposa. Socialmente há um peso e uma medida para cada uma dessas classificações, mas não podemos deixar de ressaltar o valor que existe entre nestes termos, se é que há.

Não existe nada melhor do que termos uma pessoa amada em nossas vidas, onde com ela sonhamos e desejamos realizar grandes sonhos, projetos e objetivos em comum. Porém, existe um grande engano moderno que tem taxado as pessoas como lixo reciclável e que está virando algo tão comum que ninguém está se importando em ser taxado de “ficante”.

FICANTES

FICANTE, segundo o dicionário informal: Diz-se da moça ou rapaz que mantém um relacionamento super liberal e sem qualquer compromisso com uma pessoa do sexo oposto.

A pessoa denominada como “ficante” nada mais é do que alguém pegável que não quer nada com nada e se auto-desvaloriza, tornando-se conhecida popularmente como fácil para consumo.
É como se colocasse um carro muito procurado em exposição e dissesse para os interessados que podem fazer TEST-DRIVE.

Não vejo nada honrado e nem questão de orgulho em bater no peito e dizer que é “ficante” de alguém, pois é o mesmo que dizer “sou idiota, estou deixando usarem meu corpo e enganarem meu coração”. Afinal de contas, não existe compromisso e nem importância. É por isso que quem se enfia nessa enganação e fica com uma pessoa irá ficar com duas, três ou mais ao mesmo tempo e por mais que a pessoa se ache a mais desejada de todas a qualquer momento irá se sentir enojada, mesmo que não reconheça, porque TODOS querem se sentir únicos e suficientes. Rejeitar a posição de primeira e única na vida de alguém é o mesmo que se declarar um LIXO ou qualquer coisa deixada às traças.

NAMORADA

NAMORADA, segundo o dicionário informal: pessoa com quem se namora, companheira, aquela que ouve quando você fala, que te abraça quando você está com frio, que te acolhe quando você chora e que sorri quando você está feliz e o melhor passatempo em dia de folga.

Ser namorada é estar numa posição social muito adequada para uma jovem que está terminando o ensino médio, cursando a faculdade ou ativa profissionalmente. É o passo para juntos construírem um futuro melhor. É ser declarada como alguém que está lado a lado nas conquistas e também nas derrotadas. Qualquer homem se sente valorizado quando tem uma namorada, pois sente que a mesma fará melhor do que sua mãe fez durante sua vida estando ao seu lado. Quando um homem namora é porque deseja colocar a pessoa na mesma posição que ele ou numa posição melhor e por isso a namorada se torna a pessoa mais importante de sua vida. A pessoa amada então se torna alguém com quem o homem compartilha todos seus sonhos, desejos e dissabores. A namorada não é mais vista como o resto do mundo e nem mais uma na multidão pronta para ser tragada, mas sim a mulher que ele tanto desejou para construir uma família.

ESPOSA

ESPOSA, segundo o dicionário: pessoa do sexo feminino casada, noiva.

Pelo contrário que muitos andam achando por aí, a esposa não é aquela que vai morar com o homem sem se casar no civil e/ou na igreja, isso se chama mulher volúvel ou enganada. É por isso que muitas pessoas do sexo feminino que se aventuram apenas são conhecidas por “mulher de fulano” e não de “esposa do cicrano”. Este termo nada convencional de “mulher de tal” está tornando as mulheres muito fáceis a ponto de se dar em casamento. Simplesmente elas vão morar com o “sapo”, em vez do “príncipe encantado”, e nem se quer legalizam a sua situação civil. Não existe nada mais frustrante para uma mulher chegar diante de alguém e dizer que ela e o falso “marido” não são casados. É o mesmo que dizer “ele transa comigo, mas não quer um compromisso eterno”. A verdadeira esposa é considerada para o esposo seu braço direito, seu porto seguro em meio a tempestade e a companheira ideal até seus últimos dias de vida. A esposa deve dar suporte para o esposo, afim de que ele não necessite de mais ninguém para desabafar ou contar suas bem-aventuranças.

CASAL

Ninguém, realmente sábio, começa um relacionamento como FICANTES.
Quem faz isso não tem noção do quanto a outra pessoa é importante, única e suficiente.

Ainda é válida aquela regra onde deve-se conhecer primeiro a família da pessoa e esperar uma aprovação dos mesmos para iniciar um relacionamento… e, sem sombra de dúvidas, quem não faz isso nem pode ser considerado CRISTÃO.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s